Header Ads

Paraíba faz busca ativa de crianças não vacinadas



A Paraíba, a exemplo dos demais estados da federação, se prepara para a Campanha Nacional contra o Sarampo e Poliomielite, que acontecerá de 6 a 31 de agosto. Um dos objetivos dessa ação é fazer a busca por crianças que ainda não cumpriram o esquema de vacinação, uma preocupação nacional, especialmente pelos casos de sarampo que estão se espelhando em estados da Região Norte.

Ontem, quinta-feira 26, aconteceu no auditório da 6ª Gerência Regional de Saúde, em Patos, uma capacitação com coordenadores de vacinação e operadores de sistemas da 3ª Macro, que compreende as regiões de Patos, Princesa Isabel e Piancó. Na pauta a campanha nacional, como também a organização para a campanha estadual de multivacinação, proposta pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e o Cosems – Conselho de Secretarias Municipais de Saúde.

A chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga, diz que o Estado, em relação ao sarampo, mantém o monitoramento constante e que orienta aos municíos para que avaliem a cobertura vacinal, façam busca ativa das crianças que ainda não estejam com o esquema vacinal. Sobre a campanha de imunização contra sarampo e polio, coloca que a meta proposta a ser alcançada é de 95% das crianças entre doze meses e menores de cinco anos. Já em torno da campanha estadual de multivacinação, a maioria também tem meta de 95%, e a BCG e Rotavírus, 90%.

“O que a gente está querendo com essa campanha de multivacinação na Paraíba é buscar os não vacinados. Há muitas crianças nos municípios sem que tenham completado o esquema vacinal”, acrescenta Isiane. Ela reforça a importância da atenção básica na imunização, onde tudo acontece, nas salas de vacina, nas unidades do PSF. Explica que o monitoramento de crianças não vacinadas é feito através das informações repassadas pelos ACS (Agentes Comunitários de Saúde). “O ACS tem o controle, informações gerais da criança que foi ou não vacinada, está com esquema atrasado. Ele, com sua equipe da Saúde da Família tem esse papel de fazer a busca ativa e recuperar os não vacinados”, informou. 
Você também pode enviar informações à redação do portal p247.com.br pelo Whatsapp: 83 98116-3822 ou pelo e-mail: patoense.com@gmail.com

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.