Header Ads

“A Secretaria de Saúde deve mais de 2,5 Milhões aos fornecedores”, relata Wendel Palmeira

 
 
Usuários reclamam da falta de medicamentos, postos de saúde sofrem sem insumos e material para procedimentos de praxe na Secretaria de Saúde o Município de Patos. As ligações telefônicas para rádios dando conta de problemas nos serviços prestados são constantes.

Em contato telefônico com o secretário de Saúde do Município de Patos, Wendel Palmeira, a reportagem do Patosonline.com buscou informações sobre o que estaria dificultando a regularização dos serviços prestados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Wendel foi categórico: “A Secretaria de Saúde de Patos deve mais de Dois Milhões e Meio de Reais aos fornecedores. Estamos negociando para regularizar os serviços. Creio que vamos resolver boa parte das maiores demandas”.

Wendel relatou que os esforços vêm sendo feitos para garantir a normalização da Farmácia Básica, compra de insumos e demais necessidades mais urgentes. O secretário ainda confessou que tem lutado dia e noite, pois é um defensor do SUS e sabe que as pessoas mais carentes é quem sofrem com os problemas ocasionados pela falta de pagamento aos fornecedores.

O secretário foi o escolhido por Bonifácio Rocha para gerir uma das pastas mais complexas da administração pública. A partir de 2018, entra em vigor a “Lei dos Gastos” aprovada a pedido do presidente Michel Temer (MDB) e aprovada pela grande maioria dos deputados federais e senadores. A lei congela investimentos públicos, principalmente em saúde e educação pelos próximos 20 anos. Onde já existia poucos recursos, agora ficou ainda pior.

 
Patos Online
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook
Tecnologia do Blogger.