Header Ads

Vereador que votou a favor da investigação diz que vai pedir arquivamento


O vereador Expedito Mendes de Meneses, mais conhecido por Dito, do PTN, enviou, na noite deste domingo, dia 02, uma carta aberta ao povo de Patos com observações sobre o pedido de inquérito na Câmara Municipal de Patos contra o prefeito afastado Dinaldinho Wanderley (PSDB) e o vice-prefeito e atual interino Bonifácio Rocha (PPS).

De acordo com o documento, o vereador que votou a favor, agora diz que vai pedir arquivamento da denúncia, pois analisou a ação no final de semana e concluiu que não existe qualquer indício de violação dos princípios éticos, morais e republicanos contra o prefeito interino Bonifácio Rocha.

Dito foi um dos 8 vereadores que votaram a favor da abertura do processo de investigação que poderia levar à cassação definitiva do prefeito afastado Dinaldinho Wanderley e tamb´me de Bonifácio Rocha. A maioria para abertura de inquérito foi de apenas um voto e agora um desiste da continuidade.

Desde a última quinta-feira, dia 29, data da sessão da Câmara Municipal de Patos, que a cidade vem fazendo duras críticas pela forma que se deu o fato da denúncia levado pelo advogado Claudinor Lúcio. Movimentos sociais, sindicais, lideranças políticas e diversos cidadãos estão chamado de “Golpe”.

A favor da abertura da investigação votaram:  Lucinha Peixoto, Ivanes Lacerda, Fátima Bocão, Gordo da Sucata, Dito, Goia, Tide Eduardo e Ramom Pantera.

Contra a abertura da investigação: Edivar Cambirota, Paulinho Lacerda, Capitão Hugo, Suélio Caetano, Toinho Nascimento, Ferré Maxixe e Diogo Medeiros.



Jozivan Antero – Patosonline.com


0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.