Chefes de facções do CE começam a ser transferidos para presídios federais - Diário Patoense - Tudo sobre notícias, esportes e entretenimento

Diário Patoense - Tudo sobre notícias, esportes e entretenimento

O PORTAL DE NOTÍCIAS DO SERTÃO DA PARAÍBA

PLANTÃO

Home Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

janeiro 06, 2019

Chefes de facções do CE começam a ser transferidos para presídios federais


Começaram as transferências de presos chefes de facções no Ceará para presídios federais. O Governo Federal autorizou abertura de 60 vagas em unidades federais. Um preso já foi transferido. Outros 19 devem ser transferidos até esta segunda-feira, 7. A medida foi autorizada pelo ministro da Justiça, Sergio Moro.

O Brasil tem hoje cinco penitenciárias federais de segurança. A mais recente foi inaugurada em outubro de 2018, em Brasília. Na época da inauguração, o então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, destacou que o sistema penitenciário federal atende aos padrões internacionais de excelência, seja no respeito à integridade dos presos, seja em relação à necessidade de segregar “aqueles que ameaçam a sociedade”.

“Temos [no sistema federal] zero fuga, zero rebelião, nada de entrada de celulares, mas, sobretudo, temos integral respeito às normas e regras”, comentou.

Além de Brasília, funcionam no País unidades federais em Catanduvas (SP), Porto Velho, Mossoró (RN) e Campo Grande. 

Nessas unidades, há detectores de metais, sensores de aproximação, coleta de impressões digitais, câmeras que monitoram os ambientes 24 horas por dias. Os presos permanecem 22 horas por dia encarcerados nas unidades.

Com informações da Agência Brasil

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here